MORRE JOSÉ SARAMAGO
























Morreu hoje, por volta das 8:00 h, logo após o café da manhã, o único autor de língua portuguesa a receber o Prêmio Nobel. Todos ficamos órfãos.
Conhecido mundialmente por sua produção ficcional, José Saramago também foi poeta. 
Publicamos abaixo, como homenagem, um poema do autor.


DECLARAÇÃO


Não, não há morte.
Nem esta pedra é morta,
Nem morto está o fruto que tombou:
Dá-lhes vida o abraço dos meus dedos,
Respiram na cadência do meu sangue,
Do bafo que os tocou.
Também um dia, quando esta mão secar,
Na memória doutra mão perdurará,
Como a boca guardará caladamente
O sabor das bocas que beijou.

(In: Os poemas possíveis)

Postagens mais visitadas