sexta-feira, 23 de março de 2012

Murilo Mendes

 
De Murilo Mendes, do livro Poesia Liberdade, o poema "Os Pobres", com ilustração da inesquecível pintora portuguesa Maria Helena Vieira da Silva.

OS POBRES

Chegam nus, chegam famintos,
À grade dos nossos olhos,
Expulsos da tempestade de fogo
Chegam de qualquer parte do mundo,
Ancoram na nossa inércia.

Precisam de olhos novos, de outras mãos.
Precisam de arados e sapatos,
De lanternas e bandas de música,
Da visão do licorne
E da comunidade com Jesus.

Os pobres nus e famintos
Nós os fizemos assim.

Um comentário:

  1. Um dos poetas que mais admiro. Fácil em transmitir o pensamento que flui e nos envolve,

    BELO!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir